Você que utiliza o Sigalei para monitorar e acompanhar o movimento legislativo da Assembleia do Rio de Janeiro, nossa mais conhecida ALERJ, temos um breve informativo para melhor entendimento das respectivas tramitações das proposições.

Como sempre, em constante melhoria nas práticas de extração dos dados nas casas legislativas, encontramos algumas especificidades na Assembleia do  estado do Rio de Janeiro.

A ordenação das tramitações, realizada no site da ALERJ, por muitas vezes não representa fielmente as atualizações em sua totalidade. Ocorrências como data futura, ano de 2105 que ocorre por exemplo no PL 760/2015, ou mesmo o PL 731/2015 que não apresenta a data da última tramitação, são alguma das identificações que fizemos.

No nosso processo de extração dos dados, identificamos como a última tramitação, e consequentemente, a última ação sofrida por um projeto de lei, a última linha no histórico de tramitação de uma proposição. Ao verificar essa informação lançamos no Sigalei como o dado mais atualizado e notificamos no email com a mesma data.

Nos cards das proposições nos fizemos a identificação com o ponto de exclamação para melhor identificação quando tiver alguma data futura.

No caso do PL 731/2015, podemos ver acima que a última tramitação não condiz com a data da "Situação atual". Nesse caso específico, o site da ALERJ não disponibiliza a data de última tramitação, somente nos mostra a data de apresentação da proposição, do dia 19/08/2015, causando divergência de informações no Sigalei.

#DICASIGALEI

Ao receber um email de notificação de tramitação do acompanhamento de proposições do Rio de Janeiro, verifique a informação direto na plataforma, pois a data da tramitação pode ser referente a alguma data  que não corresponde fielmente a tramitação, mas o trâmite identificado é o mais atualizado.


Caso tenha alguma dúvida das tramitações ou qualquer outra situação no Sigalei, entre em contato pelo chat!

Obrigado!

Encontrou sua resposta?